?

Log in

No account? Create an account

December 26th, 2006

Lu on the road strikes again - II

Conforme o planejado, no domingo à tarde peguei um ônibus pra passar o Natal com a família. Aquele bom pinga-pinga sem banheiro, sem ar condicionado, todo caindo aos pedaços. Felizmente a viagem foi curta, e não tinha ninguém do meu lado.
Desci na frente da casa da vó, e já fui recebida com uma avalanhce de comidas.
===
O tradicional programa de cidade do interior é dar bandinhas na praça, tanto no fim da tarde quanto à noite. E é claro que eu não fiz diferente. No fim da tarde dei umas bandas com meu primo e meu irmão. O programa é tão tradicional que até o senhor vice prefeito estava passeando. A cidade é tão pequena que todos conhecem o tal do vice. Ou, pelo menos, todos na minha família.
===
Fui importunar na tia Ana, já que os meus dois irmãos estavam dormindo lá também. Na hora de me arrumar pra ceia, fiquei super emocionada, porque minha irmã me maquiou, e me FEZ CHAPINHA! Foi demais.
Aliás, minha meta para o ano que vem é ter minha própria chapinha, e me tornar de vez uma patricinha profissional.
===
Depois da ceia, e da oração (acreditem, fui eu quem disse algumas palavras legais e bonitas quando a família se juntou para rezar), mais bandinha pela praça. E os divertidos papos do interior: quem pegou quem, quem traiu quem, como está horrível a roupa da fulana, qual foi o presente que a sujeitinha X ganhou do amante. Que diversão!
===
Segunda à tarde, mais uma viagem, pra fechar o feriado. Chuva terrível na estrada, acabamos vindo pelo caminho mais cheio de pedágios da história. Que eu lembre, foram uns 4. Mas a estrada era bem boa, e, considerando a chuva, até viemos num tempo bom.
Ainda não sei qual vai ser o programa para o ano-novo. Mas certamente envolverá menos viagens do que o Natal.