?

Log in

No account? Create an account

March 16th, 2007

O bólido mágico

Depois de muita enrolação, preguiça, informações desencontradas e perda de tempo, hoje finalmente fui fazer a vistoria para a transferência do bólido. Só para dar uma noção do tamanho da confusão: desde a sexta-feira passada eu e a Clá estamos tentando fazer essa transferência. Sexta a tia do CRVA do Cristal (fomos até lá para não perder muito tempo esperando a documentação: o bólido tem motor remarcado, e a vistoria foi feita lá) disse que nossa pilha de documentos e papéis não estava ok. Segunda, já munida de despachante, em um CRVA mais amigável e perto de casa, a Cla descobriu que faltava pagar as taxas. Só na terça conseguimos fazer isso, mas a orientação é para que se espere até o dia seguinte, que é para o pagamento aparecer no sistema. Assim, na quarta a mana voltou lá, já com as taxinhas pagas mas, tcharan, tinha mais uma taxa pra pagar, que, embora estivesse em letras miúdas na GAD, não estava incluída na contabilização do códio de barras. Mais um dia perdido.
Só hoje (quinta) todos os papéis e taxas estavam pagos, carimbados e autenticados.
E isso só pra falar da última semana. Muita, muita enrolação...
===
Algumas pessoas que pegaram carona comigo nos últimos tempos sabem, o auto resolveu buzinar sempre que a direção era girada para a esquerda. Começou buzinando quase nunca, mas nos últimos dias, passou de engraçado para vexatório. Então decidimos que era hora de mandar consertar. Era coisa simples, foi barato e resolvido no mesmo dia. O problema é que a buzina parou não só de ter vida própria, como parou de todo. O tio disse que o problema era o botão da buzina, que deveria ser trocado. De qualquer forma, quase não buzinamos, então deixamos assim mesmo, até que alguém tivesse disposição para voltar na oficina.
Outro problema que apareceu depois do conserto da buzina é que, aparentemente, a luz alta agora se manifesta junto com os farois. É apertar no botão do farol, que o indicador de luz alta pisca no painel.
===
Ainda assim, ciente dessas pequenas coisas, fui fazer a tal vistoria.
Antes dela, enfremtei a barreira burocrática, mas eu tinha uma PASTA cheia de papéis, então não houve nenhum problema. Isso já era uma grande coisa, porque o maior entrave nessa transferência eram detalhes burocráticos. Precisamos de ajuda de um despachante, que fez a mão na parceria (sempre compensa ser cortês e simpática com seu mecânico: ele pode ter um irmão despachante, e nunca se sabe quando isso pode ser útil), mas a parte papelística foi superada.
A vistoria não deveria trazer nenhum grande problema. Ano passado o carro foi vistoriado, e aprovado por média. Ainda assim, dessa vez pensei que poderia ser bom ficar batendo um papo com o vistoriador. Nunca se sabe as surpresas que eles, os vistoriadores, podem aprontar, então convém manter suas mentes ocupadas, além de com a vistoria, algum papo aleatório.
1ª etapa: parte mecânica. Ali eu sabia que tava tudo ok. Ainda assim, conversei e fiz perguntas. É bom garantir
2ª etapa: por dentro do bólido. Dentro também tava tudo certo. Cintos quase novos, extintor trocado recentemente, e não lembro mais o que ele checou. Mas tudo em ordem.
3ª etapa: "agora vamos ver buzina e faróis". BUZINA!? BUZINA!? OH, SHIT! Na vistoria anterior eu nem precisei bater papo com o tio. Ele, sozinho, esqueceu de verificar essa parte. Mas nessa, todo o meu charme não impediu o vistoriador de lembrar desses detalhes tão importantes.
Entrei no carro, e comecei pelos faróis. Mostrei a luz fraca, a luz média, e ´"esqueci" da luz alta. Fui direto para os faróis. MISSION ACCOMPLISHED!, o cara nem tocou no assunto luz alta. O resto dos faróis e luzes estava ok.
E a buzina? Era o último detalhe, ia ser muito fracasso rodar por causa da buzina. Enquanto mostrava que os piscas estavam ok, apertei UMA VEZ no estragado botão da buzina. E ADIVINHEM?!?! ELE FUNCIONOU!!!! Sim, o bólido mágico é quase gente, ele sentiu que precisava colaborar, e ele falou!
Teve ainda mais uma 4ª etapa, mas dai eu nem pensava em mais nada. Assim que saí do CRVA, só pra testar, tentei buzinar de novo. Nada. Mais adiante tentei de novo, e nada, de novo.
Até agora, não consegui fazer o carro buzinar outra vez. Só uma coisa explica o que aconteceu hoje de manhã: MÁGICA!

Ao comentarista anônimo

Eu sou curiosa! Amiguinho/amiguinha que comentou no post  "Estado de Stress", por favor, acuse-se. É novo por aqui, ou só esqueceu de se identificar?
 =)