?

Log in

No account? Create an account

November 15th, 2008

Acho sempre muito bom visitar parentes no interior. Dessa vez, eu não estava muito a fim de vir, mas eu tinha certeza de que chegando aqui, acharia ótimo e ainda iria me arrepender se tivesse ficado em casa.
Vim.
Como sempre, super bem recebida, e sempre com muita e deliciosa comida. Começou pelo café da manhã na tia Ana: BOLO DE MILHO com coco. AMO bolo de milho (como deu pra perceber nos meus twitts), é o melhor bolo de todos. Para o almoço, churrasco de ovelha. Sou meio cri-cri para comer ovelha, mas é claro que a carne aqui estava excelente. À tarde, mais bolo de milho na tia Ana e depois, a única torta de bolacha do mundo na casa da vó. Não como torta de bolacha em nenhum outro lugar. Nhaaaam. Talvez sobre um pouco pra levar "pro mano".
Quase fiquei triste com a janta. Tava contando com uma sopa de agnolini (capeletti é coisa de porto-alegrense), mas não conseguiram encontrar bons agnolinis na cidade. Ainda assim, a vó conseguiu fazer um caldo sensacional e serviu sopa de massa mesmo. Não tão bom quanto seria o agnolini, mas ainda assim, delicioso.
De volta à casa da tia Ana, uma das primas (Joana) ofereceu um chocolate frufru que tinha ganhado do namorado e não gostou. Comi pra não sobrar =P
O cardápio do almoço de amanhã ainda não foi decidido pelas tias, mas sei que não preciso me preocupar. Qualquer coisa que escolherem será muito boa.
Para o café da manhã, mais bolo de milho. Só paro de comer quando acabar.
======
Sananduva (cidade do interior onde eu estou) é lugar para embelezamentos baratos. Por DEZ REAIS, a manicure super querida e habilidosa faz mãos e pés.
Hoje ousei e pintei as unhas do pé com o mesmo rosa chamativo das mãos. Não lembro de já ter feito isso, era sempre uma base ou uma cor clarinha nas unhas dos pés. Ainda não me acostumei, fico o tempo todo olhando pra baixo. Fiquei com medo de parecer meio brega, mas acho que está legal.
Mais tarde, as primas e as tias noveleiras observaram que a cor das minhas unhas é a mesma da Deborah Secco, na novela das 8. "PQP! Que péssimo!" Deu vontade de tirar, odeio usar "o que estão usando na novela". Mas dane-se, não sou tão culta e fina assim pra ficar repudiando sempre todas as modinhas lançadas pela Globo. Achei a cor bonita e, em minha defesa, foi apenas coincidência.
=====
Minha vó ainda não conseguiu se conformar com meu cabelo loiro platinado. Acho que da próxima vez que vier, pra evitar o desgosto dela, usarei uma peruca.
Eu também gostava da cor original, mas me identifiquei bastante com o cabelo "novo", ele fica assim por mais um bom tempo.
=====
Visitar a família no interior só tem uma coisa MUITO ruim: banho com chuveiro elétrico. Acho que os parentes têm alguma coisa muito séria e secreta contra aquecedores a gás ou boilers. Só pode ser isso, porque não consigo achar um bom motivo para que as pessoas não usufruam do conforto de um banho decente nas suas casas.